domingo, dezembro 15, 2013


Lancers Rosé Free
Vinho sem álcool. No início, até parecia beber-se. Notas francas de frutos vermelhos – logo após a abertura, atirava para o doce, mole, arrefrescado. Algum tempo depois de aberto, ficou docinho e molengão, a fazer recordar os refrescos artesanais de outros tempos: caseirinhos, bem intencionados e inofensivos, mas sem pinta de interesse. Não se lhe dá nota (3,29 €).

segunda-feira, novembro 11, 2013

Quinta de Arcossó Branco 2012
Regional Trás-os-Montes, da região de Chaves. Bom no nariz, melhor na boca. Vinho rico, composto, de corpo vigoroso e tonificado. É um vinho surpreendentemente complexo, revelando um grande riqueza de aromas.
LP – 87
PV – 87

segunda-feira, outubro 28, 2013

Quinta das Corriças Reserva 2011
Fortinho, de voz grossa e agressiva. Corpulento e agreste. Muita fruta, mas por ainda com falto do polimento do tempo.
LP – 84
PV – 84


terça-feira, outubro 08, 2013


Verdelho da Peceguina 2011
Sofisticado, composto, delicado, rico. Bom vinho. (9,5 €)
Z – 87/88
LP – 88
Manel -92
PV – 88
 
 
 
 
 
 
 

terça-feira, outubro 01, 2013


Vida Nova Syrah Aragonez 2010
Picante, especiado, agressivo, a precisar, talvez, de repousar. 86

terça-feira, setembro 24, 2013


3 Castas Verde Tinto 2012
Agreste, áspero, sem mais nada que se suscite dizer. 65

terça-feira, setembro 17, 2013



Urbe Augusta 2012
Verde tinto, carregado e com poucas preocupações. Depois de uma primeira impressão ao contrário, numa segunda aproximação bebe-se. Era bebível (LP).
Z – 75, se com sardinhas
PV – 70









 
 

 

terça-feira, setembro 10, 2013


Rosé Pingo Doce 2012
Da Península de Setúbal, vindo de um enólogo respeitável. Ensaboado, sem emoção.
Z – 75
LP – 79, com sardinhas
PV – 75

terça-feira, agosto 27, 2013


Quinta de Gomariz Loureiro 2011
Aroma intenso, a prenunciar um explosivo bouquet, na boca. É melhor sozinho, bem refrescado, para que a densidade potente, pastosa e gordurosa não mace. Com comida, não se aguenta (5,19€). 86

sexta-feira, agosto 16, 2013


10º aniversário do blog!
Obrigado!

quinta-feira, agosto 15, 2013


Toucas Alvarinho 2010
Dez anos depois, recorda-se a primeira prova – a deste vinho de 2010 foi já há alguns meses (as notas estavam por alinhar). Revelou-se um vinho consistente, saborosíssimo, de grande dignidade. Enche a boca de agradável aroma vegetal (5,99 €).
Ana – 89
LP – 90
PV – 90

sábado, agosto 10, 2013



Guadalupe Tintos Selecção 2010
Compotado, de doçura subtil, em corpo bem constituído e quente. (4,98 €). 86

sexta-feira, agosto 09, 2013


Ciconia 2012
Com antão vaz, viognier e verdelho, é um vinho complexo, moderno, quase poliglota, mais espesso que fresco. Para o verão, este alentejano tem muito corpo (3,99 €). 86

quinta-feira, agosto 08, 2013


Contra a Corrente tinto 2009
Saboroso, picantinho. Bairrada nada típico. Frescura fantástica em vinho potentíssimo.
Manel – 85
LP – 88
PV – 88

quarta-feira, agosto 07, 2013



Porto Dow’s 20 Anos
Caramelizado doce, delicado e discreto. 88


terça-feira, agosto 06, 2013


Vila Santa Reserva 2011
Sedoso, com alguma sofisticação, mas muito mortiço. Alguma pretensão, que faz desmerecer o preço. (9,99 €)
LP – 86
PV – 87
 
 
 

segunda-feira, agosto 05, 2013


Meandro do Vale Meão 2010
Amargo, picante, áspero na boca. Potente.
Z – 89
LP – 89
Manel – 90
PV – 88

domingo, agosto 04, 2013


Dona Ermelinda Reserva 2011
Quente, áspero, wild, polpudo. Palmela típico. (6,99 €)
A – 86/87
Manel – 85
LP – 87
PV – 87

sábado, agosto 03, 2013



 Adega de Pegões Moscatel de Setúbal
Doce estruturado, seguro como vinho de sobremesa. Apesar da doçura, nada enjoativo – pelo contrário, apresenta grande frescura e jovialidade.
Z – 85
PV – 86



sexta-feira, agosto 02, 2013



Duque de Viseu tinto 2009
Mainstream da Sogrape. Resistente. Corpo, fruta e frescura, tudo no sítio. Vinho despretensioso, mas seguro e compostinho.
Manel – 85, à vontade
LP – 87
PV – 87



 



 
 

terça-feira, julho 30, 2013

Vinhos Currais Atlantis - Pico
Branco 2001
Seco, um pouco rude e pastoso. Campestre e sumarento. 83

Viosinho/Gouveio 2011
Polpudo, rico, com força. Boa experiência – é um vinho equilibrado com perfil moderno e internacional. 84
 
Arinto 2011
Seco, fresco, liso, profissional. Vinho óptimo. Talvez o melhor açoriano que aqui passou. 87
 
Merlot Cabernet Sauvignon 2011
Picante, vivinho, fresco e agressivo. Está bem. 85

domingo, julho 28, 2013


Terras de Lava Rosé 2012
Este vinho do Pico é algo fresco, mas puxa para o acre, um tudo-nada axaropado. Quase que se diria seco, mas revela alguma doçura, com notas de açúcar mascavado. Não desfazendo, é o tal vinho adequado para acompanhar saladas. 80

segunda-feira, julho 22, 2013

Czar Licoroso Superior 2007
É suposto ser o continuador do Verdelho, oriundo do Pico, bebido pelos czares russos no século XIX. Pelo marketing, recicla Leon Tolstoi. Na boca, apresenta-se seco e áspero, com grande dignidade e altivez. É claramente uma especificidade das ilhas, mas certamente ainda hoje irá bem com o carácter russo. (23,99 €) 87

domingo, julho 21, 2013


Vinhos da Cooperativa Vitivinícola da Ilha do Pico

Terras da Lava Branco 2011
Pastoso e quente, com notas fortes de fruta intensa. Algo redondo e forte - adequado para acompanhar comida composta. (4,98 €) 82

Basalto Tinto 2011
Vinoso, verdasco, encorpado, com arestas a limar em anos próximos. (2,72 €) 80

Frei Gigante Branco 2011
Rico e gostoso. Efusivo e arejado. Perfil moderno, frutado e fresco. No bom caminho. (6,49 €) 85

quarta-feira, julho 17, 2013


Catapereiro Branco Escolha 2011
Este regional Tejo, da Companhia das Lezírias, parecia um branco velho. Pode ter sido da garrafa, mas a verdade é que se apresentava acre e seco. Ainda não estava desinteressante, mas já era um pouco maçador, com escassas notas de fruta e sem pinta de acidez. 78

quarta-feira, julho 10, 2013


Quinta das Corriças Tinto Colheita 2009
Regional Trás-os-Montes expansivo e escorregadio. Mas controlado. Bom corpo, algo arredondado.
Z – 87
PV – 86

terça-feira, julho 09, 2013


Santa Valha Tinto 2011
Vivaço, agreste – quase agressivo –, encorpado e forte. Na boca, um travo picantinho.
Z – 85
PV – 85
 
 

terça-feira, junho 25, 2013



Courelas de Pias Branco 2011
Alentejano seco e um pouco agreste. Nada de fruta. Ficava-lhe bem um pouco mais de frescura. Porventura, um vinho para o inverno. 82

quarta-feira, junho 19, 2013




Adega de Pegões Verdelho 2011
Fresco e delicado. Surpreendentemente, nada rude nem agressivo. Mais doce que herbáceo, o que o amolece e lhe tira um pouco de vigor mas o torna num vinho mais fácil e consensual. 87





segunda-feira, junho 03, 2013



Terra de Lobos Branco 2011
Regional Tejo, com Fernão pires e sauvignon blanc. Notas fortes de acidez, numa roupagem algo dura e agreste. (2,99 €) 80


quarta-feira, maio 15, 2013

 

Bridão Reserva 2006
Tinto da Adega Cooperativa do Cartaxo, que se apresenta solene e muito firme. Rico, ainda muito cheio de fruta madura – notável para um 2006! Enche a boca e deixa atrás um rasto cheio de vivacidade. 90

terça-feira, maio 14, 2013

Santos Lima Colheita Tardia 2011
É um colheita tardia “light”, menos doce que outros do género – e por isso talvez menos denso, rico e complexo. Acidez equilibrada, num vinho muito flexível e agradável. 86
 

segunda-feira, maio 13, 2013


Assis Lobo Moscatel Roxo 2008
Perfil mais para o simples e despretensioso, o que o beneficia, porque o aproxima mais dos Douro. Açúcar no ponto, com menos evidência das notas habituais de barrica e couro. Em contraponto, mais fruta e frescura. 87

domingo, abril 28, 2013



Maritávora tinto 2007
Duriense taninoso e vigoroso. No início, puxa ao moderno mas remata mais tradicional.
Z – 86 sem nada e 89 com comida
LP – 88
CARPA – 85
PV – 87

quarta-feira, abril 24, 2013




Meandro do Vale Meão 2009
Ana – 91
Manel – 90
LP – 89
PV – 88


domingo, abril 21, 2013


Onda Nova Verdelho 2010
Vegetal complexo, enriquecido, talvez demais pela madeira, que acaba por esconder um pouco a casta. De resto, um bom vinho, de grande corpo e enorme força (9,89€)
Manel – 88
Ana – 88
LP – 88
PV – 89

domingo, abril 14, 2013



Pegões Colheita Seleccionada Branco 2011
Muito intenso, de personalidade bem vincada. Gorducho e muito encorpado. Irá bem com peixe de forno. Ou então, gelado, como aperitivo de verão. 86

 

quinta-feira, abril 11, 2013





Arinto Prova Régia 2010
Gordo e saboroso. Grande branco, com excelente preço (na banda dos 2,5/3€ – das melhores relações do mercado. 87
 

domingo, abril 07, 2013



Quinta da Aveleda Loureiro / Alvarinho 2011
Como verde, vai bem: se geladinho é fresco e adequado ao verão, com uma pontinha de sofisticação. Mas de um colheita seleccionada com alvarinho esperava-se mais complexidade e corpo. 83


sexta-feira, março 29, 2013


Torre de Menagem 2012
Alvarinho/trajadura, de excelente compromisso. Muito fresco e agradável. Docinho, a anunciar a primavera em flor, cheio de cor e alegria. Pujante e expressivo. (2,99 €) 86

quinta-feira, março 28, 2013

Aveleda Alvarinho 2011
Muito ácido e agressivo. Frescura herbácea, muito vegetal. Para verde, falta-lhe leveza; para alvarinho, consistência e sofisticação. (4,99 €) 82

quinta-feira, março 21, 2013

Erbon Branco 2011
Regional Transmontano, mais denso e áspero que fresco. Vinho masculino, pouco fácil de descobrir. Apesar disso, a temperatura menos fria, revela riqueza e complexidade. Irá melhor com comida substancial. 85


sábado, março 16, 2013


Marquês dos Vales Primeira Selecção Branco 2011
Fruta explosiva. Vigoroso, com forte travo doce. (6,99 €) 85

terça-feira, março 12, 2013


Quinta dos Quatro Ventos 2005
Tinto áspero e austero. Com tempo, poderia ter-se feito um verdadeiro vinho velho, porque aguantou bem o tempo. 86

segunda-feira, março 11, 2013


Quinta de São Francisco 2010
Tinto de Óbidos, à antiga, ácido, quente e com bom corpo. Um certo perfil de “vinho da casa”. 82


 

domingo, março 10, 2013

Herdade do Esporão Petit Verdot 2008
Fresco e arejado, mas potente.
Z – 84
LP – 88/89
Ana – 89
PV – 87

Terras do Pó Syrah - Petit Verdot 2009
Mais musculado e terroso.
Z – 90
LP – 84
Ana – 87
PV – 88

sábado, março 09, 2013



Quinta do Monte de Oiro Lybra 2011
De viognier e arinto, mostra um corpo muito elegante e arranjadinho, quase chique. Enche aboca de sofisticação vigorosa. Notas de fruta fina e equilibrada. 90

sexta-feira, março 08, 2013


Quinta do Vallado Touriga Nacional 2010
Poderosíssimo, agressivo, profundo, incisivo. Apesar de ser novo, sem pinta de rudeza e pronto a beber.
A – 91
PV – 90

quinta-feira, março 07, 2013


Casa Santos Lima Verdelho 2011
Arejado, fresco e jovial. É mais fácil e simpático que a generalidade dos congéneres da casta, mas falta-lhe densidade e consistência.
Z87
PV – 87

Casa Santos Lima Viognier 2010
Elegante e composto – mas é resultado esforçado.
Z – 86
LP – 88
PV – 87