sábado, abril 08, 2017


Courelas de Pias branco
Anuncia-se – e é, de facto – um vinho à antiga, com corpo e densidade maior do que se espera de um branco moderno. É, talvez, pouco habitual e estranha-se nos tempos que correm, porque a fruta é moderada e a frescura limitada. Mas em todo o caso, é barato. 82   

sexta-feira, abril 07, 2017


Comenda Grande tinto 2014
Potente e impactante, de grande corpo e dimensão. Rico e cheio de fruta. Mas precisa de acompanhamento: fora da refeição não parece tão bem.
Inês – 88
PV – 88

quarta-feira, março 29, 2017


Adega Ponte de Lima Tinto 2015
Ao verde tinto, há que amá-lo. Senão, pela sua agressividade não se tolera. Por outro lado, há que ter paixão por ele. Senão, pela sua rudeza não se aceita. É assim... Este, não foge à regra: espresso, nada polido, pastoso. Em qualquer caso, para beber bem frio.
Por ser uma questão de amor, não se avalia quantitativamente.

terça-feira, janeiro 31, 2017


Quinta da Manoella Vinhas Velhas 2014
Espesso, rico, muito complexo. De grande subtileza e elegância.
Z – 92
LP – 92
PV – 92

Pintas 2014
Douro superlativo, de sofisticação e dignidade. Um verdadeiro deleite sensorial.
Z – 94
LP – 94
PV – 94

segunda-feira, janeiro 30, 2017



Manoella Tinto 2014
Douro corpulento que, embora muito novo e está já pronto para beber.
LP – 88
PV – 89

sábado, janeiro 28, 2017


Wine and Soul Tawny 10 anos
Educado e delicado – não está mal para um 10 anos, mas não deslumbra.
LP – 89
PV – 88

sexta-feira, janeiro 27, 2017


Pintas Character tinto 2014
Douro muito robusto e impactante, quase agressivo. Apesar disso, de enorme frescura.
LP – 88
PV – 88

terça-feira, janeiro 24, 2017


Guru Branco 2015
Herbáceo, musculado e complexo, este Douro de castas tradicionais, de altitude, ainda vai aclarar; precisa de repouso e não é para beber já.
LP – 91
PV – 87

domingo, janeiro 22, 2017



Dona Matilde Reserva 2011
Douro, de campeonato superior. Consistente, seguro, de grande dimensão.
Z – 91
LP – 91
PV – 91

sexta-feira, janeiro 20, 2017



h’OUR tinto 2012
Douro Polido e solene, sofisticado.
Z – 89
LP – 89
PV – 89

quarta-feira, janeiro 18, 2017



Romano Cunha 2009
Tinto regional transmontano que, sem deixar de ter a marca austera e agreste, da terra, é honesto e agradável.
Z – 87
PV – 87

segunda-feira, janeiro 16, 2017


Cabriz Reserva Tinto 2013
Dão todo o terreno, que se mantém consistentemente em bom nível há anos. É uma aposta segura, fácil de beber e muito satisfatório, sobretudo com comida. Na sua discrição, não deslumbra, mas impressiona de forma muito positiva. (7,49€). 87

quinta-feira, janeiro 05, 2017

PROVA DE VINHOS DA ADEGA COOPERATIVA DO CARTAXO
Nesta prova vertical, o painel integrou 13 provadores, embora nem todos tenham provaram todos os vinhos (cada um deles, foi provado entre 5 e 9 provadores). Os provadores atribuíram pontuações, a cada vinho, entre 1 e 5. Na lista que segue, indica-se a votação média para cada vinho.
Plexus Branco (7 provadores) 3,3                  
Bridão Reserva Branco 2012 (5 provadores) 4,4                        
Bridão Reserva Branco 2015 (7 provadores) 4                                           
Plexus Rosé (6 provadores) 4
Bridão Rosé 2014 (5 provadores) 3,2
Plexus Tinto (6 provadores) 4,2
Bridão Tinto Clássico 2012 (5 provadores) 3,4
Bridão Touriga Nacional 2014 (7 provadores) 3,7
Bridão Alicante Bouschet 2013 (9 provadores) 4,7
Coudel Mor Reserva 2014 (9 provadores) 4,4
Desalmado 2012 (5 provadores) 4,4

quarta-feira, janeiro 04, 2017


Cedro do Noval 2012
Este tinto é agreste e cuidadosamente rude. Capta bem a essência do Douro profunde e rural. Exige comida tradicional – bacalhau no forno, por exemplo. Neste registo, vai muito bem. (12,49 €)
Inês – 87
PV – 88

terça-feira, janeiro 03, 2017

Conde Julião Branco 2014
De síria, casta nada frequente. Aquosa, fresca, descomprometida. Fresquinha, mesmo. Não acusa nada a idade – mas também não aguentará muito mais a passagem do tempo. Foi bem com um bife. 84

segunda-feira, janeiro 02, 2017

Verdelho da Peceguina 2015
Macio, discreto, com vigor modesto, mas elegante (LP). Notas da casta, pouco evidentes. Educado e com compostura.
Inês – 89
LP – 88
PV – 89

domingo, janeiro 01, 2017


Guarda Rios Tinto 2014
Alentejano discreto e civilizado. Numa apreciação geral, é consensual e muito agradável. (9,99 €)
LP – 88
PV – 88